Trauma, Memórias Hereditárias ou Transgeracionais – Gastão Ribeiro

Tempo de leitura: 1 minuto

Trauma, Memórias Hereditárias ou Transgeracionais

 Todos nós carregamos memórias dos nossos antepassados. Ao parar e pensar sobre isto por um minuto, torna-se óbvio que nossos corpos são produtos do corpo de nossos pais. Nós nos parecemos com nossos pais e, às vezes, temos problemas de saúde similares aos deles. Se levarmos isto em frente, os corpos de nossos pais vieram dos pais deles, cujos corpos vieram dos corpos de seus pais e assim por diante até um passado distante. A cor de seus cabelos e olhos, o formato de suas mãos e pés, sua estrutura óssea e alguns de seus problemas de saúde são os legados de ancestrais tanto recentes quanto antigos. Esta história poderia também ser chamada de “memória celular”.

Quando alguém experimenta um trauma, aquela memória parece que fica armazenada e é passada adiante no nível celular. A Acupressão seria uma maneira de curar traumas passados de geração em geração. Quando as estórias destas células são ouvidas, os traumas que elas guardam são liberados e as células ficam aptas a reunirem-se no organismo as que pertencem e continuar com seu projeto de vida. A Acupressão é uma das ferramentas que temos para trabalhar as memórias dos nossos antepassados.

 

Gastão Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *